Parecer da Comissão Científica

Projeto do CEBIMar

Dados do solicitante

Geyce Alvarenga Alves

Natureza do projeto

Projeto de formação discente
Iniciação científica
Alvaro Esteves Migotto
Por favor, selecione

Pesquisadores ou docentes associados

Recursos

123311/2020-9
CNPq

Descrição do projeto

Biologia reprodutiva de Palythoa caribaeorum (Duchassaing & Michelotti, 1860) e Protopalythoa variabilis (Duerden, 1898) (Cnidaria, Hexacorallia, Zoantharia): liberação de gametas in situ e descrição dos estágios iniciais de desenvolvimento.
22-12-2020
01-03-2022
Zoantharia é uma ordem de cnidários antozoários, coloniais, bentônicos e sésseis, sendo o gênero Palythoa o mais expressivo na costa brasileira, o qual, no entanto, é pouco estudado. A presença de colônias do gênero está associada à grande biodiversidade, indicando seu importante papel como estruturadora de comunidades bentônicas. As observações acerca da reprodução em Palythoa, em sua maioria, não envolvem a obtenção de gametas in situ. As espécies Palythoa caribaeorum e Protopalythoa variabilis, quando se reproduzem sexuadamente, apresentam ciclo reprodutivo caracterizado por hermafroditismo sequencial protogínico. Em ambos, a fecundação é externa e as larvas se desenvolvem em uma forma livre natante ciliada, denominada zoantela. O presente trabalho visa realizar a coleta de gametas de P. caribaeorum e P. variabilis durante o período de liberação, no infralitoral raso de duas praias do canal de São Sebastião, São Paulo, com o uso de coletor confeccionado com malha de náilon (200 μm), a fim de descrever e documentar as estratégias reprodutivas das espécies citadas e seu desenvolvimento embrionário.
Zoantharia, Palythoa, Protopalythoa, reprodução sexuada.
Durante os períodos de lua cheia entre dez/2020 e ago/2021, coletores confeccionados com malha de 200 μm serão posicionados
sobre colônias de P. caribaeorum e Protopalythoa variabilis do Canal de São Sebastião, litoral norte de São Paulo. Para verificar o estado reprodutivo das colônias, será realizada a dissecção de pólipos, observação em aquário e arrastos de rede de plâncton sobre colônias ambas as espécies.
set. a dez./2020: planejamento, levantamento bibliográfico e elaboração de relatórios;
jan. a jul./2021: coleta de gametas, análise morfológica de gametas e embriões, dissecção de pólipos, observação de colônias em aquário e arrasto de rede de plâncton.
ago./2021: elaboração de relatórios.

Solicitações

Bancada em um laboratório (usará basicamente o Laboratório 9 do Laboratório Paulo Sawaya, sob responsabilidade do orientador) e ocasionalmente área de triagem do LPS para montagem de aquários para observação.
Estereomicroscópio e microscópio óptico.
Palythoa caribaeorum e Protopalythoa variabilis
Praias do Segredo, do Cabelo Gordo, Preta e do Portinho, todas situadas no Canal de São Sebastião.
Água com boa visibilidade.
Sim
  • Montagem de alguma estrutura (estantes, aquários etc)
  • Colocação ou fundeio de alguma estrutura no mar
  • Auxílio técnico para coleta de organismos ou observações de campo
  • Coleta antecipada de organismos
  • Janeiro
  • Fevereiro
  • Março
  • Abril
  • Maio
  • Junho
  • Julho
  • Agosto
7
1