Parecer da Comissão Científica

Projeto do CEBIMar

Dados do solicitante

Paloma Sirigatti Knittel

Natureza do projeto

Projeto de formação discente
Doutorado
Antonio Carlos Marques

Pesquisadores ou docentes associados

Adrian Jose Jaimes Becerra
Paloma Sirigatti Knittel
Adrian Jose Jaimes Becerra

Recursos

Bolsa DR1.
Fapesp

Descrição do projeto

Variação intraespécifica do veneno de Liriope tetraphylla (Cnidaria: Hydrozoa) em função da sua distribuição geográfica / habitat
01-09-2016
01-09-2018
Os venenos de cnidários são, em sua maioria, compostos por uma mistura complexa de polipeptídeos, proteínas e outros componentes orgânicos que atuam de maneiras diversas sobre suas presas ou predadores. Sua composição pode variar quantitativa e/ou qualitativamente em níveis biológicos supraespecíficos (e.g., famílias, gêneros e entre espécies) e intraespecíficos (e.g., populações ou indivíduos). Variações intraespecíficas podem ocorrer em resposta a diferentes variáveis ambientais, como geografia/habitat, sazonalidade e composição da dieta. Essas variações também podem estar relacionadas a particularidades da biologia dos animais, como sexo e estágio ontogenético, levando a diferenças entre indivíduos de uma população, ou mesmo entre fases de um ciclo de vida. A modulação relacionada à geografia/habitat proporciona variação na toxicidade, concentração e mesmo na especificidade de toxinas para interações interespecíficas. O estudo dessas variações colabora na detecção de formas alternativas entre populações e na diferenciação entre espécies. Embora haja diversos estudos descrevendo os diferentes mecanismos de ação nos venenos de cnidários, aqueles que acessam a variabilidade intraespecífica dos componentes desses venenos são raros. Neste projeto estudaremos comparativamente o veneno de cinco populações da hidromedusa Liriope tetraphylla com o objetivo de verificar a variabilidade intraespecífica de seus componentes com relação aos aspectos geográficos. Para tal, analisaremos a variação dos perfis transcriptômicos/pro
Cnidaria, Liriope tetraphylla, Proteoma, Transcriptoma, Variação intraespecífica, Veneno
A coleta de espécimes será realizada ao longo do litoral do Atlântico Sul-Ocidental, em cinco locais distintos nos litorais brasileiro e argentino, visando uma amostragem de diferentes habitats e populações.
Os animais coletados serão identificados por suas características morfológicas, terão seus tentáculos dissecados, individualizados e armazenados em ultrafreezer. Cada indivíduo terá metade dos seus tentáculos destinados para as caracterizações "ômicas", enquanto o tecido remanescente será utilizado na obtenção de um extrato proteico para uso nos ensaios de atividade enzimática.
Os perfis proteômico/transcriptômico das amostras serão avaliados conforme protocolos estabelecidos por nosso grupo de pesquisa (Weston et al., 2012, 2013; Gacesa et al., 2015). As principais proteínas caracterizadas pelo proteoma terão sua atividade detectada por meio de ensaios in vitro, em placas de 96 poços, utilizando-se substratos sintéticos cromogênicos ou fluorogênicos específicos.
Os resultados obtidos para as diferentes populações de L. tetraphylla serão comparados entre todos os experimentos. Além disso, os dados serão comparados com a literatura de toxinas de águas-vivas e também de outros animais peçonhentos/venenosos já descritos, e analisados conjuntamente com os dados de proteômica e transcriptômica de toxinas de outros cnidários que estão sendo desenvolvidos por colaboradores do projeto.
2016
Coleta das amostras.
Obtenção e caracterização dos extratos proteicos.
Caracterização dos perfis proteômico e transcriptômico.
2017
Coleta das amostras.
Obtenção e caracterização dos extratos proteicos.
Caracterização dos perfis proteômico e transcriptômico.
Avaliação da atividade enzimática dos extratos.
2018
Avaliação da atividade enzimática dos extratos.
Análise dos perfis proteômico/transcriptômico - Estagio BEPE.
Comparação dos perfis proteômicos/transcriptômicos e as atividades enzimáticas obtidas com as distribuições geográficas das populações.
2019
Comparação dos perfis proteômicos/transcriptômicos e as atividades enzimáticas obtidas com as distribuições geográficas das populações.
Elaboração da tese e manuscritos para publicação.

Solicitações

Laboratório com bancadas disponíveis para dissecção dos tentáculos de Liriope tetraphylla.
Não se aplica.
Liriope tetraphylla.
Canal de São Sebastião, litoral norte do estado de São Paulo - Praia do Cabelo Gordo: 23º 49,58'S - 045º 25,31W.
{"0":"EC_ANY"}
Não se aplica.
  • NEC_VESSEL
Por favor, selecione
Por favor, selecione